Estrias – Como vencê-las?   

Oi suas lindas, tudo bem com vocês? Pri aqui, trazendo mais um artigo que com certeza irá ajudar muitas de vocês a ficarem mais lindas e em forma ainda. O assunto de hoje é estrias, e como vencê-las.

Sei que a maioria das pessoas que acompanham o blog é do sexo feminino, e esse assunto é muito voltado para mulheres mesmo, porém vários homens também têm as tão temidas estrias e se incomodam com isso, portanto esse post vale tanto para as meninas quanto para os meninos.

Primeiramente vamos entender o que são as estrias: são algumas cicatrizes visíveis na nossa pele, originadas de lesões na camada intermediária da pele que é chamada de derme. Essas lesões ocorrem por conta de estiramentos produzidos na pele de forma repentina e exigindo dela além da capacidade de elasticidade máxima que ela possui. Os casos mais comuns onde isso ocorre são: obesidade, gravidez, crescimento rápido. Esses estiramentos na pele acabam gerando lesões, e as estrias são as cicatrizes dessas lesões.

Causas

– Gravidez: uma das principais causas de estrias nas mulheres é a gravidez. Isso acontece devido ao fato de que durante a gestação a pele da barriga da mulher é submetida a um grande processo de estiramento, para comportar o bebê. Esse estiramento da pele sobrecarrega a derme, com o agravante de esse estiramento ser mantido durante vários meses. Por isso é tão comum que as mulheres tenham estrias causadas pela gravidez.

– Excesso de cortisona: apesar de ser um hormônio produzido naturalmente pelo nosso organismo, o excesso de cortisona no nosso corpo pode tirar parte da elasticidade da pele, proporcionando o nascimento de estrias. Esse hormônio geralmente está presente em esteroides, e o uso deles pode ser um fator de risco.

– Aumento de peso rápido: outro fator que pode causar estrias é o aumento de peso de forma rápida. A explicação para isso é que quando uma pessoa ganha muito peso em curto período de tempo, a pele é pressionada para ser esticada além de sua capacidade elástica, o que acaba causando as lesões que originam as estrias. Essas lesões também podem ser causadas devido ao ganho de massa muscular de forma rápida, uma vez que o processo de estiramento da pele também é aplicado.

– Também podem gerar estrias: utilização de próteses e silicone, crescimento rápido, puberdade, uso de anabolizantes, excesso de exercícios físicos, além de algumas síndromes como Marfan, Cushing e Ehlersdanlos.

Locais mais propensos

Seios: principalmente em mulheres gravidas, pois ocorre um aumento dos seios devido ao leite que é produzido.

Barriga: também muito comum em mulheres grávidas devido ao estiramento ao qual a pele é submetida durante o processo de gestação. Porém, pode ocorrer em pessoas que engordam muito rapidamente também.

Glúteos: por serem locais onde há bastante gordura concentrada, os glúteos também  são propensos a ter estrias, principalmente em casos de aumento de peso rápido.

Estrias Brancas x Estrias Vermelhas

Existem dois tipos de estrias: as brancas e as vermelhas. As vermelhas são aquelas mais recentes, que ainda estão em seu estágio inicial e geralmente vêm acompanhadas de inflamação no local e podem causar uma leve coceira. As brancas são as mais antigas e não apresentam mais o quadro inflamatório nem a coceira.

Como vencê-las?

Como existem dois tipos de estrias diferentes, os tratamentos também variam. Existem várias opções de tratamento, e você deve consultar um dermatologista para saber qual o tipo de tratamento mais indicado para a sua pele.

Infravermelho: essa é uma opção bem eficaz no tratamento de estrias, pois a luz do infravermelho penetra na pele chegando a camada da derme, estimulando a produção de novo colágeno para restaurar a estrutura da pele.

Óleo de coco: uma excelente opção para tratamento é o óleo de coco, pois ele combate a infeção da pele, aumenta a elasticidade e acelera o processo de regeneração da derme de forma natural. A forma correta de utiliza-lo é aplicando doses diárias diretamente nas estrias.

Creme para estrias: os cremes apropriados podem ajudar na regeneração da derme e mantém a pele sempre hidratada ajudando a melhorar a elasticidade também. Porém, é bom sempre consultar um dermatologista para saber qual creme utilizar e aplica-lo da maneira correta.

Esfoliação: a esfoliação também ajuda bastante, principalmente no tratamento de estrias vermelhas. Ela ajuda a retirar a maioria das células mortas e uma camada de pele mais áspera, permitindo o nascimento de uma camada de pele mais lisa e hidratada.

Alimentação saudável: você deve ter consciência de que a pele faz parte do seu corpo, e como tal, também necessita de uma boa alimentação para estar saudável. Se você melhorar sua alimentação, poderá não apenas melhorar o aspecto da sua pele, mas o seu corpo como um todo, além de ter mais disposição física e ficar menos vulnerável a qualquer tipo de doença.

Subcisão: este é um procedimento cirúrgico que apenas um dermatologista pode indicar. Ele consiste em utilizar uma agulha específica para causar rupturas nas traves da fibrose.

Prevenção

Em alguns casos é praticamente impossível evitar o nascimento de estrias na pele, como nos casos de gravidez por exemplo. Porém, existem alguns cuidados que podemos tomar para minimizar os riscos de ter essas marcas na nossa pele. Dentre algumas práticas que ajudam a manter a sua pele saudável estão: utilizar hidratantes para massagear a pele, o que fará com que ela se mantenha mais hidratada e elástica, além de melhorar a circulação. Beber bastante água também ajuda bastante na prevenção, pois nos mantém hidratados e consequentemente a nossa pele também. E manter-se em um peso perto do ideal para o seu corpo, pois assim a sua pele não será obrigada a passar por um processo de estiramento típico de pessoas que aumentam de peso muito rápido.

Todas as dicas e tratamentos descritos aqui podem proporcionar ótimos resultados, porém é sempre recomendável que você procure um profissional dermatologista para te auxiliar tanto na prevenção, quanto no tratamento de qualquer doença ou lesão relacionada a sua pele, pois somente um dermatologista poderá fazer uma análise precisa e individual do seu caso, indicando a maneira certa de proceder.